Perguntas Frequentes

A maior vantagem é nosso conhecimento especializado nas diversas áreas contabilistas. Como atuamos com especialidades de todos os portes com experiência de mais de 30 anos em contabilidade, nosso conhecimento faz toda a diferença. Você terá segurança em deixar sua empresa nas mãos de quem é especialista no assunto.
Franchising é uma forma de fazer negócios que facilita o crescimento de uma empresa e sua marca através do compartilhamento de vantagens entre todos que fazem parte de sua rede.O conceito de franchising é simples mas muito interessante: uma empresa que possui conhecimento de um modelo de negócios e possui uma marca, “vende” esse conhecimento e licencia sua marca para um terceiro que poderá replicar essa “receita” em seu próprio negócio.
Para  abertura de empresa é necessário contratar um contador. Apresentamos propostas de abertura de empresa que irão te estruturar com estratégias tributárias para que seus impostos seja compatíveis com seu tipo de empresa para assim prosseguir crescendo. Após o aceite da proposta de abertura de empresa e assessoria contábil, nós enviamos imediatamente para o setor de legalização de empresa que disponibiliza atendimento imediato e iniciamos o processo de abertura de empresa no mesmo dia.
O registro legal de uma empresa é tirado na Junta Comercial do estado ou no Cartório de Registro de Pessoa Jurídica. Para as pessoas jurídicas, esse passo é equivalente à obtenção da Certidão de Nascimento de uma pessoa física. A partir desse registro, a empresa existe oficialmente - o que não significa que ela possa começar a operar. Para fazer o registro é preciso apresentar uma série de documentos e formulários que podem variar de um estado para o outro. Os mais comuns são: Contrato Social; Documentos pessoais de cada sócio (no caso de uma sociedade). Os preços e prazos para abertura variam de estado para estado.
Após a concessão do alvará de funcionamento, a empresa já está apta a entrar em operação. No entanto, ainda faltam duas etapas fundamentais para o seu funcionamento. A primeira é o cadastro na Previdência Social, independente da empresa possuir funcionários. Para contratar funcionários, é preciso arcar com as obrigações trabalhistas sobre eles. Ainda que seja um único funcionário, ou apenas os sócios inicialmente, a empresa precisa estar cadastrada na Previdência Social e pagar os respectivos tributos. Conte com  o Grupo Keeper para organizar todo o processo.

Perguntas Frequentes

Não é necessário. Nós realizamos todos os processos via Internet. Para documentos que precisam ser impressos e entregues, providenciamos a entrega por outras vias.
Apesar da franquia ser umas das formas mais seguras de empreender, é preciso tomar alguns cuidados antes de investir em uma franquia.  Infelizmente, existem no mercado alguns franqueadores que não estão tão preocupados com o sucesso de seus franqueados. Normalmente, esses franqueadores querem apenas vender franquias de sua marca e não oferecem o suporte nem propiciam as condições de negócio adequadas para que o franqueado faça um bom trabalho com seus clientes. Para avaliar isso, a principal dica é conversar com outros franqueados da rede e entender se eles estão satisfeitos.
Acredito que não exista um melhor ou pior. Cada um tem suas vantagens e desvantagens. A franquia é, sem dúvida, um formato mais seguro para abrir uma empresa, pois se trata de um modelo de negócios que já foi previamente testado e funciona. Já o negócio próprio independente, é mais arriscado porém, você tem liberdade total de ação sem necessidade de seguir regras estabelecidas pelo franqueador.
Contrato Social é a peça mais importante do início da empresa, e nele devem estar definidos claramente os seguintes itens: Interesse das partes; Objetivo da empresa; Descrição do aspecto societário e a maneira de integralização das cotas. Para ser válido, o Contrato Social deverá ter o visto de um advogado. As micro empresas e empresas de pequeno porte são dispensadas da assinatura do advogado, conforme prevê o Estatuto da Micro e Pequena Empresa.
No Brasil, a Previdência Social é um direito social, previsto no art. 6º da Constituição Federal de 1988 entre os Direitos e Garantias Fundamentais, que garante renda não inferior ao salário mínimo ao trabalhador e a sua família nas seguintes situações, previstas no art. nº 201 da Carta Magna: I – cobertura dos eventos de doença, invalidez, morte e idade avançada; II – proteção à maternidade, especialmente à gestante; III – proteção ao trabalhador em situação de desemprego involuntário; IV – salário-família e auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda; V – pensão por morte do segurado, homem ou mulher, ao cônjuge ou companheiro e dependentes.